andaime

5 Medidas de Segurança em Andaimes

Conheça algumas práticas e medidas preventivas para se trabalhar com segurança nos andaimes. Lembrando que ele é citado na norma regulamentadora 35, a qual se refere a trabalhos em altura. Veja a seguir o que separamos:

1. Uso do andaime

Para trabalhar com segurança nos andaimes há de evitar os seguintes itens:

  • Trabalhar em andaimes durante tempestades ou ventos fortes;
  • Sobrecarregar os montantes ou as plataformas dos andaimes (respeitar as recomendações do fabricante);
  • Sobrecarregar com materiais ou equipamento os guarda-corpos;
  • Aplicar aos andaimes força que estes não estejam preparados para suportar (respeitar as instruções do fabricante);
  • Alterar a estrutura dos andaimes sem tomar as precauções necessárias (novos cálculos, verificação dos pontos de ancoragem, etc..). Há de ter em conta as instruções e recomendações do fabricante, o qual, se necessário, deverá ser previamente consultado.

 

andaime

 

2. A plataforma do Andaime

Sobretudo, deve-se verificar a plataforma do andaime, a mesma deve permitir aos trabalhadores executar as suas tarefas nos andaimes em completa segurança. A plataforma pode ser composta por tábuas de madeira ou por plataformas pré-fabricadas.

Em caso de condições meteorológicas adversas (chuva, gelo, neve), as características da plataforma usada (madeira, alumínio, aço) têm de ser tidas em conta. As plataformas (tábuas e pranchas) devem ser mantidas em bom estado.

Quando uma plataforma não estiver integralmente coberta por pranchas ou tiver perdido tábuas, é necessário interromper imediatamente o trabalho, que apenas poderá ser retomado após a reposição das tábuas em falta.

As plataformas de trabalho devem ser suficientemente largas para permitir a passagem segura de pessoas.

 

andaime

 

3. Antes da utilização

Antes da utilização, deve-se verificar se:

  • Foi elaborado um desenho de montagem, utilização e desmontagem, em função da complexidade do sistema de andaime escolhido, e a montagem foi executada sob supervisão de uma pessoa competente e por trabalhadores que tenham recebido uma formação adequada;
  • Tanto o trabalhador responsável pela montagem do andaime como o utilizador – se tratar de pessoas ou empresas diferentes (no caso da subcontratação de montagem) – devem ter a certeza de que o andaime irá garantir uma plataforma de trabalho segura e capaz de resistir, em completa segurança, ás cargas exercidas durante a sua utilização;
  • As áreas do andaime que foram entregues estão claramente identificadas;
  • A capacidade máxima dos locais de carga e das plataformas de trabalho está claramente indicada;
  • Toda área do andaime foi inspecionada antes de ser usada (pode recorrer-se a uma check-list de inspeção do andaime)
  • A responsabilidade pela manutenção, alteração e inspeção do andaime está claramente definida.

Como realizar a análise e gestão de riscos de segurança do trabalho

4. Inspeção do Andaime (Parte 1)

Por ultimo e não menos importante tem a inspeção do andaime, onde há que se verificar (Parte 1):

  • Se este é apropriado para a tarefa ou tarefas previstas;
  • Se permitir o acesso, em completa segurança, ao local onde o trabalho será realizado;
  • Se tem uma base estável e sólida
  • Se os montantes estão corretamente montados e contraventados;
  • Se a plataforma de trabalho não está demasiada alta em relação a largura da base;
  • Se o andaime está suficientemente ancorado;
  • Se as ancoragens estão suficientemente sólidas;
  • Se os acessos cumprem as condições de utilização necessárias;
  • Se todos os guarda-corpos estão em posição e eficazes;
  • Se os andaimes estão corretamente sinalados.

5. Inspeção do Andaime (Parte 2)

Além de verificar os itens acima, é importante também realizar as seguintes perguntas a fim de garantir a segurança, veja:

  • Existe algum plano de montagem, utilização e desmontagem elaborado por uma pessoa competente?
  • Os andaimes foram montados, alterados e desmontados pelos trabalhadores competentes?
  • Todos os prumos possuem bases (e, se necessário, pranchas de madeira)?

 

andaime

 

  • Todos os prumos, esquadros, cruzetas, e estroncas (uma haste que serve de sustentação ou reforço  de uma parede ou barreira) estão em posição?
  • O andaime está amarrado ao edifício ou á estrutura, em postos suficientes para prevenir no seu colapso?
  • Existem guarda-corpos, guarda-corpos intermediários e rodapés, ou outra forma de proteção adequada, em todos os vãos livres, para evitar quedas?
  • Existem rodapés para evitar a queda de materiais dos andaimes?
  • As plataformas de trabalho estão inteiramente forradas e as tábuas de pé estão instaladas de forma a evitar basculamentos, derrapagens ou deslizes?
  • Existem barreiras eficazes ou painéis de aviso (sinalização) no local a fim de impedir os trabalhadores de usar um andaime incompleto?

Pensando nisso a INBEP criou uma serie de cursos em segurança de trabalho, inclusive o relativo a norma regulamentadora 35, veja: NR-35: Trabalhos em altura

Gostou do post? Compartilhe e deixe seu comentário!

banner nr-35 horizontal

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *