gerentes-de-segurança

7 Hábitos de gerentes de segurança altamente eficazes

Gerentes de segurança altamente eficazes possuem hábitos que muitas vezes passam despercebidos e que fazem TODA diferença. Por isso, hoje vamos desmistificar este hábitos, pegue um papel e uma caneta porque aqui vão as dicas!

Já falamos aqui no blog que os gerentes de segurança desenvolvem um papel importante no desenvolvimento da cultura de segurança do trabalho, tarefa a qual acabam encontrando diversas dificuldades, mas para o gerente de segurança isto não é problema! Pois ele sabe que a segurança do trabalho vai além do cumprimento das normas, certo?

Veja também: “A importância da cultura de segurança nas organizações”

Segurança é…

Segurança é liderança e proteção dos trabalhadores! É sobre motivar as pessoas a fazer o que elas precisam fazer para sua segurança. Em outras palavras, é lidar com diferentes personalidades humanas na área de trabalho. Definitivamente não é uma tarefa fácil!

Para ajudar você a entender melhor sobre como lidar da melhor forma com o fator humano, listamos…

7 hábitos de gerentes de segurança altamente eficazes

1) Reforce e elogie as boas práticas;

Elogiar as pessoas é uma opção mais efetiva do que puni-las. Então aproveite os momentos em que você percebe que o trabalhador está desenvolvendo as atividades de acordo com as práticas de segurança e elogie. Dessa forma, você irá aumentar a confiança dos trabalhadores e encorajá-los a manter esta postura. O ideal seria também que esta atitude viesse da alta gerencia, como diretores e supervisores, quem sabe elaborar um plano de reconhecimento?

2) Lidere como exemplo;

De nada adianta o gerente de segurança estipular que todos estejam de acordo com as práticas passadas no treinamento, se nem ele o faz. Os trabalhadores sempre irão ter o seu gerente como exemplo, é importante que ele tenha em mente que as suas ações influenciarão comportamentos futuros.

3) Responda de maneira rápida aos problemas;

Para ser efetivo, os gerentes de segurança devem reagir de maneira rápida aos problemas, independente de quando ou onde estiver. Se um colaborador não aderir a uma regra de segurança, o gerente de segurança precisa agir de forma rápida e assertiva, sem comprometer-se é claro. É importante lembrar que este trabalho é lidar diretamente com pessoas, apontar o dedo não irá justificar ou melhorar a situação, tenha sempre empatia.

4) Tenha uma abordagem pró-ativa;

O gerente de segurança deve trabalhar para antecipar problemas, especialmente aqueles relacionados aos comportamentos de riscos, antecipando, controlando ou eliminando qualquer risco. Para isso, mantenha reuniões pró-ativas com os colaboradores, por exemplo o DDS (Diálogo Diário de Segurança do Trabalho) ou até reuniões para conversar sobre como melhorar os processos de segurança, deixando sempre espaço para sugestões.

Veja também: “O que é DDS e qual é a sua importância?”

5) Trabalhe para a melhoria continua;

Foque em buscar sempre a melhoria continua e sobretudo simplificar a segurança. Pequenas melhorias fazem a diferença a curto e a  longo prazo. Fique atento ao pessoal recém contratado, há uma tendência que eles tenham um número maior de acidentes comparado com os trabalhadores mais experientes, tente simplificar as regras para que seja fácil de segui-las.

6) Esteja aberto sempre;

Garanta aos funcionários que qualquer mudança relacionada à eles ou às suas atividades, serão comunicadas. Avise que você estará monitorando, testando, trazendo visitantes ou até mesmo mudando os procedimentos de segurança, sempre comunicando a eles.

7) Comunicação!

Mantenha a boa comunicação com a sua equipe, a comunicação oferece a vantagem de identificar os problemas/riscos e como trabalhar em equipe para elimina-los. Promova a comunicação e mantenha sempre aberta, tente saber os nomes dos colaboradores, entenda suas dificuldades, suas vidas, crie um relacionamento com elas.

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail