comportamentos de risco

Comportamentos de risco no trabalho: vulnerabilidade aos acidentes

A empresa tem obrigatoriedades em garantir a integridade física e psicológica dos funcionários perante Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), porém os trabalhadores também devem contribuir não se expondo a comportamentos de risco no trabalho.

Para evitar a ocorrência de acidentes de trabalho é fundamental que as instituições ofereçam meios para que os riscos diários da atividade laboral sejam reduzidos.

Como dito anteriormente, além das características específicas da tarefa, o comportamento do empregado também interfere, diretamente, nas condições do ambiente e possíveis desastres. As atitudes dos colaboradores, por mais simples que pareçam, podem acarretar acidentes graves no local de trabalho.

O que são comportamentos de risco?

Comportamentos de risco são as ações e conduta cotidianas de cada indivíduo no exercício da profissão. São características particulares que variam de pessoa para pessoa, pois dependem das atitudes de cada um. Como o próprio nome já especifica, os comportamentos de risco no trabalho facilitam a vulnerabilidade de todo o ambiente, podendo causar acidentes de grandes proporções.

 

comportamentos de risco

 

Muitas ocorrências de acidentes são registradas por causa dos comportamentos de risco no trabalho. Neste sentido, cabe ao Técnico em Segurança do Trabalho, CIPA e demais profissionais responsáveis pela segurança e administração da empresa identificar e conscientizar a equipe sobre os perigos oriundos dessas atitudes.

Veja também: “Reportar riscos: Porque é tão importante?”

Comportamento de risco comuns

Cada segmento da empresa possui comportamentos de risco comuns. Alguns são mais fáceis de constatar e outros, podem passar desapercebidos pelos olhos dos gestores, etc. Entretanto, os comportamentos de risco mais frequentes no trabalho são:

  • Brincadeiras de mau gosto no ambiente de trabalho: Trabalhar em um ambiente saudável é fundamental para garantir a segurança e bem-estar de toda a equipe. A relação entre os funcionários deve ser apropriada, assegurando limites para as brincadeiras que serão realizadas entre os empregados durante o trabalho.
  • Uso de ferramentas ou materiais antigos: A empresa deve sempre oferecer materiais de trabalho adequados para os funcionários. O uso de ferramentas antigas, por exemplo, além de prejudicar a execução do trabalho, coloca toda a estrutura física e humana da empresa em risco.
  • Desatenção ou ritmo acelerado de trabalho: A busca constante por produção ou o cumprimento de metas são fatores que geram comportamento de risco no trabalho. A desatenção e o ritmo acelerado diminuem a qualidade do produto e afetam a saúde física e mental do empregado.
  • Sentimento de segurança absoluta: Sentir-se seguro no local de trabalho é uma vantagem para o trabalhador que atua mais confiante e feliz. Entretanto, o sentimento de estabilidade absoluta pode fazer com que o indivíduo subestime as normas e procedimentos de segurança. Outro comportamento de risco é ter a confiança de que domina todos os conhecimentos sobre o equipamento ou a forma de conduta no trabalho.
  • Não usar os Equipamentos de Proteção (EPIs e EPCs): Mesmo com a obrigatoriedade da utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e/ou Coletivo (EPCs), muitos funcionários se sentem confiantes para executar o trabalho sem o uso dos mesmos. Além de colocar a própria vida em risco, este comportamento também arrisca a estrutura e imagem de toda a empresa.
  • Operar máquinas ou ferramentas sem capacitação: Antes da efetivação, é muito importante que o gestor tenha a certeza de que o funcionário está apto para a tarefa que será desempenhada. Oferecer cursos e treinamento específico para aprimorar os conhecimentos é mais uma precaução contra acidentes de trabalho.

Pensando nisso, a INBEP desenvolveu uma plataforma especialmente para empresas que desejam capacitar os seus funcionários em segurança do trabalho de forma simples e centralizada. Conheça a nossa proposta e cadastre a sua empresa, acesse: http://inbep.com.br/empresas/

comportamentos de risco

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail