Segurança do Trabalho para RH e gestores

O papel do RH e Gestores com a Segurança do Trabalho

O departamento de Recursos Humanos (RH) possui extrema importância na implementação das técnicas de administração em uma empresa. É ele quem atua em políticas que determinam as normas e procedimentos de organização da companhia.

O papel do RH e Gestores

No mesmo sentido, os gestores também atuam para que todas as regras estabelecidas para o bom funcionamento da instituição sejam colocadas em prática.

A função do RH e gestores vai desde a seleção dos profissionais que atuarão na empresa até a efetiva comunicação entre a equipe, numa garantia da qualidade do serviço prestado e da produtividade para o empregador. Também é papel do Recursos Humanos e gestores fazer com que as normas de segurança do trabalho sejam aplicadas, assegurando a saúde física e psíquica de todo o grupo.

Uma liderança preparada para exercer o seu papel favorece a identificação dos riscos e prevenção de acidentes em uma empresa. O RH e gestores devem atuar de maneira conjunta com os demais funcionários para o reforço da segurança e saúde da instituição.

Um departamento de Recursos Humanos preparado para atender as demandas da instituição possui setores para a gestão da Segurança do Trabalho, além de Medicina do Trabalho, Treinamentos, dentre outros. Assim como nas demais áreas da empresa, a segurança do trabalho junto aos gestores de RH tem a função de garantir o bem estar e qualidade de vida dos empregados, evitando a ocorrência de acidentes, sinistros e doenças laborais.

Com a possível formação de uma equipe composta por médicos, psicólogos e técnicos em segurança do trabalho, os administradores juntamente com o setor de segurança do trabalho, eliminam ou mantêm o controle do número de acidentes ocorridos, bem como os afastamentos relacionados ao cargo ocupado.

Na prática, isso significa que:

1 – O gestor assume a segurança e saúde no trabalho como ponto central da organização da empresa, numa atividade conjunta com toda a equipe;

2 – O setor de RH tem uma ampla visão do quadro de funcionários e de identificação dos riscos iminentes de cada função exercida;

3 – Os gestores lideram através do exemplo no cumprimento e implementação de todas as normas de segurança e saúde do trabalho;

RH e Segurança

4 – A aplicação das normas de segurança do trabalho deve ocorrer de forma consciente e ser prioridade dos dirigentes da instituição;

5 – As determinações sobre a segurança de todos os funcionários devem ser estabelecidas e amplamente divulgadas pela empresa, sendo que o RH e os gestores devem ser responsáveis por assegurar que essas regras sejam colocadas em prática;

6 – A comunicação aberta, regular e em todos os níveis de organização é fundamental para a segurança do trabalho. Os gestores devem dar oportunidades para que a equipe expresse suas experiências, opiniões e ideias sobre a garantia da segurança, num incentivo à participação de todos os funcionários na execução da saúde e bem-estar do quadro;

7 – O RH e gestores também devem fornecer todos os equipamentos de proteção individuais (EPIs) e coletiva (EPCs), além de toda a comunicação institucional para os colaboradores;

8 – É papel do Recursos Humanos e gestores oferecer cursos preparatórios para que o funcionário saiba como executar a sua tarefa no dia a dia da empresa, ampliando a segurança de toda a equipe.

Implementar métodos que garantam a segurança no ambiente laboral é uma das tarefas primordiais de todo departamento de RH e gestores de uma empresa. Os líderes devem valorizar os funcionários e promover a participação ativa de todos, numa confirmação de incentivo aos colaboradores e de rendimento para o empregador. Uma oportunidade para realizar a integração da Segurança do trabalho na empresa é na SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho)

Confira também o texto: “O que é SIPAT e qual é a sua importância?”

O departamento também deve se atentar ao cumprimento das regras e procedimentos de Segurança e Saúde do Trabalho e Meio Ambiente e a implantação de programas para o atendimento dos requisitos legais aplicáveis à atividade da empresa.

Dentre os programas que devem ser implantados no local de trabalho, o RH deve executar os seguintes:

  • Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA): Tem o objetivo de garantir a integridade física dos funcionários, através da antecipação e reconhecimento dos riscos;
  • Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO): Garante a saúde do conjunto de profissionais da empresa;

Confira também o texto: “PPRA e PCMSO – Qual a diferença?”

Especificamente para os profissionais de Recursos Humanos que sofrem com a pressão do cargo ocupado, é possível atestar a execução de um trabalho de qualidade e menos estressante com técnicas específicas de Saúde e Segurança do Trabalho. Exercícios de alongamento e pausas ao longo da jornada de trabalho favorecem o bem estar laboral e atestam a produtividade.

 INBEP desenvolveu uma plataforma especialmente para empresas que desejam capacitar os seus funcionários nos treinamentos obrigatórios em segurança do trabalho, de forma simples e centralizada. Conheça a nossa proposta e cadastre a sua empresa, acesse:http://inbep.com.br/empresas/.

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail
  • Marcelo

    E onde entra o SESMT nessa história?

    • Sandra

      Olá Marcelo, a função do SESMT é vital e totalmente focada na Saúde e Segurança do Trabalho. Neste texto demos a ênfase na participação dos gestores nas campanhas e como eles também devem incorporar a cultura prevencionista junto com os colaboradores.