treinamento na gestão SSO

O papel do treinamento na gestão SSO

A segurança no local de trabalho é uma das responsabilidades mais críticas do empregador e o treinamento dos funcionários para a prevenção de acidentes é um investimento realmente importante. Neste texto vamos descrever qual é o papel dos treinamentos na gestão SSO, confira! 

Como parte de um sistema de gerenciamento de segurança, um programa eficaz de treinamentos pode reduzir o número de ferimentos no local de trabalho, responsabilidades legais, danos materiais e perda de produtividade.

A prevenção de acidentes é tão fundamental, que a própria legislação brasileira, sob a regulamentação do Ministério do Trabalho, exige que as empresas apliquem os treinamentos de segurança do trabalho, com carga horária mínima estabelecida para profissões consideradas de risco.

Porém, as empresas devem ter consciência de que os treinamentos não são somente uma obrigação legal, mas uma forma de evitar muitos prejuízos, tanto para os trabalhadores como para a empresa. Treinamentos em segurança não são uma despesa extra, mas um investimento que trará mais bem estar aos trabalhadores, melhor ambiente de trabalho e consequentemente uma melhor produção.

Qual a importância do treinamento na gestão SSO?

As principais causas de acidentes de trabalho a serem evitadas com treinamentos são: choques elétricos, quedas de alturas, cortes severos, queimaduras, vapores químicos, lesões por movimentos repetitivos, lesões por uso de máquinas, incêndios, entre outros.

Essa é a função dos treinamentos, tornar o profissional capaz de reconhecer as causas destes acidentes, conscientizando sobre os perigos potenciais para que eles reconheçam e denunciem perigos.

O treinamento na gestão SSO desenvolve um olhar crítico e promove a proatividade para abordar prontamente os problemas e a solução dos mesmos. Desenvolver a proatividade do trabalhador em relação à sua segurança e de seus colegas aumenta a confiança e o engajamento, além de garantir que as práticas de segurança sejam seguidas.

Dependendo do ramo e das práticas de sua empresa, será preciso definir os treinamentos em áreas de nicho específicas que garantam que  seus funcionários conheçam os riscos e perigos potenciais associados ao seu ambiente de trabalho. Por exemplo, para chão de fabrica, é muito importante garantir equipamentos adequados de proteção pessoal, controles de engenharia adequados e práticas de trabalho seguras para uso de máquinas específicas ou para trabalhos em espaços confinados.

As normas regulamentadoras do MTE, dão as diretrizes de conteúdo de segurança a serem abordados de acordo com cada tipo de atividade de risco.

Leia também: “NORMAS REGULAMENTADORAS (NRs) – O que são e como surgiram?”

O treinamento de atualização e reciclagem também é fundamental e deve realizado periodicamente.  Assim a consciência é mantida, bem como demonstra que a empresa de fato mantém a preocupação com o bem estar dos colaboradores. Às vezes, o treinamento é incorporado ao processo de trabalho, criando na empresa uma cultura de segurança.

 

Os treinamentos em segurança do trabalho podem ser realizados presencialmente ou por EAD, com os cursos online. A INBEP oferece os treinamentos da Normas Regulamentadoras entre outros na modalidade inCompany e também por meio da plataforma online, sendo possível também mesclar os dois formatos, apresentando conteúdos teóricos pelo computador e conteúdo prático inCompany. Clique aqui e conheça mais sobre nossos serviços.

Gostou do post? Deixei seu comentário!

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail