dispositivo DR

O que é um Dispositivo DR e para que serve?

Você irá entender neste post o que é um dispositivo DR e a sua utilidade. Ao trabalhar com correntes elétricas é de grande importância ter dispositivos de seccionamento automático do circuito de energia, venha conhecer o dispositivo DR.

Dispositivo DR

DR entende-se como Diferencial Residual, o qual tem como finalidade proteger pessoas e os animais contra os efeitos do choque elétrico seja por contato direto como indireto. O dispositivo ao detectar uma fuga de corrente na instalação, ele desliga o circuito imediatamente.

Formas de contato 

Contato direto: falha de isolação ou remoção das partes isolantes, com toque acidental da pessoa em parte energizada (fase/ terra-PE).

Contato indireto: através  do contato da pessoa com a parte metálica (carcaça do aparelho), que estará energizada por falha de isolação, com interrupção ou inexistência do condutor de proteção (terra- PE).

dispositivo dr

Características de Dispositivo DR

O dispositivo DR, módulo DR ou Disjuntores DR de corrente nominal residual até 30 mA, são destinados fundamentalmente á proteção de pessoas, enquanto correntes nominais residuais de 100 mA, 300 mA, 500 mA, 1000 mA ou ainda superiores a estas, são destinadas apenas a proteção patrimonial contra efeitos causados pelas correntes de fuga á terra, tais como consumo excessivo de energia elétrica ou incêndios.

Conceito de funcionamento

A soma vetorial das correntes que passam pelos condutores ativos no núcleo toroidal é praticamente igual a zero (Lei de Kirchhoff). Existem correntes de fuga naturais não relevantes.

Quando houver falha (corrente de fuga) a somatória  será diferente de zero, o que irá induzir no secundário uma corrente residual que provocará, por eletro magnetismo, o disparo do dispositivo DR (desligamento do circuito), desde que a fuga atinja a zona de disparo do dispositivo DR (conforme norma ABNT NBR NM 61008 o dispositivo deve operar entre 50% e 100% da corrente nominal residual).

Dispositivo DR entende-se também como um dos vários dispositivos  a corrente de fuga, a qual tem finalidade desligar a rede de fornecimento de energia elétrica, o equipamento ou instalação que ele protege, na ocorrência de uma corrente de fuga que exceda determinado valor, sua atuação é rápida, menor que 0,2 segundos.

Banner_Infografico

Solução simples e de baixo custo

Este dispositivo é facilmente instalado diretamente no quadro de distribuição de energia elétrica. Os seus benefícios são tão importantes que a Norma de instalações elétricas – NBR 5410 torna a sua instalação obrigatória nos alimentadores de áreas perigosas tais como: cozinhas, banheiros, áreas externa de residências, prédios públicos, supermercados, shoppings, hotéis e outras instalações públicas e privadas.

Riscos prevenidos pelos dispositivos DR

  • Ocorrência de curto circuitos e perdas de energia aumentando o consumo;
  • Ocorrência de sobreaquecimentos com consequentes avarias de equipamentos elétricos e mesmos focos de incêndio;
  • Choque elétrico com paralisia total ou parcial dos movimentos durante a ocorrência, podendo essa paralisia desencadear uma cadeia de acontecimentos de maior gravidade: quedas, erros na condução de máquinas, etc…
  • Choque elétrico originando queimaduras que podem ser graves ou até mesmo fatais;
  • Choque elétrico originando fibrilação cardíaca
  • Choque elétrico originando parada respiratória com paralisia dos músculos torácicos responsáveis pela respiração, potencialmente fatal na ausência de socorro imediato e urgente;
  • Choque elétrico originando parada cardíaca.

Estes fundamentos podem ser encontrados no Curso Básico da NR-10 Online, faça sua matrícula e ao final do curso receba o certificado reconhecido pelo MTE. Para maiores informações, acesse: http://inbep.com.br/cursos/nr-10-basico.

Gostou do post? Deixe seu comentário!

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail