treinamento de segurança

Treinamento de segurança: Como garantir a participação no treinamento

Noo post de hoje vamos mostrar algumas dicas de como incentivar a participação no treinamento de segurança do trabalho, para que eles se conscientizem melhor e participem ativamente. Confira!

As preocupações com a segurança do trabalho são reais — no entanto, muitas vezes, ela não é percebida de forma comprometida pelos colaboradores. O impacto que isso representa para a organização é enorme, podendo ter um impacto negativo na saúde, na integridade do colaborador e na segurança.

10 Dicas para você motivar a participação no treinamento de segurança!

A responsabilidade pela Segurança do Trabalho

Os técnicos têm um papel fundamental a desempenhar na formação do engajamento e percepção de suas equipes quanto à aplicação da segurança do trabalho — e, portanto, na manutenção de um ambiente de trabalho mais positivo e seguro.

É claro que o técnico não é o único responsável pela segurança dos trabalhadores, muitas das responsabilidades são atribuídas aos empregadores da empresa, onde é especificada nas normas regulamentadoras e nas leis. Além disso, o treinamento também tem uma condição para dar bons resultados: a participação e a atenção dos colaboradores com o treinamento.

Por isso, separamos aqui algumas dicas para incentivar a participação dos colaboradores no treinamento de segurança, são dicas simples, que podem vir a ajudar na aplicação do treinamento de segurança do trabalho. Vamos lá?

1. Seja paciente

O processo para engajar os colaboradores não é uma tarefa fácil e as vezes leva um tempo. Aqueles que consideraram aumentar a participação no treinamento, disseram que tiveram os resultados somente depois de um ano, mas não deixe isso te desanimar, a recompensa é garantida!

2. Faça a diretoria e os gerentes participarem ativamente

Isto porque é importante que eles estejam apoiando a cultura da participação dos colaboradores. Eles podem fazer isso através de reuniões, instruindo os gestores e liderar pelo exemplo. Faça com que a diretoria tenha um papel importante.

3. Explique seus objetivos

Explique com clareza seus objetivos para todos, tenha alinhado o propósito de treinamento e transpareça o que você espera dos trabalhadores após o programa.

4. Seja altamente acessível

Os funcionários podem ter dúvidas ou preocupações. Certifique-se de que eles têm ampla oportunidade de pedir-lhes orientações informalmente — para que eles, assim, possam sanar suas dúvidas e receios assim que eles surgirem. Além disso garanta que eles tenham espaço para compartilhar suas opiniões, você pode fazer isso através de uma pesquisa por exemplo, a ideia é fazer com que eles sintam que sua opinião é importante e será ouvida.

5. A importância do feedback

Não deixe de dar um retorno á uma opinião, garanta que toda opinião dada será devidamente respondida, mesmo se a resposta for: “desculpe, nós não podemos fazer isso, essas são as razões do porque…” O fato da opinião deles serem levadas a sério, garante a satisfação de participar durante o treinamento. No primeiro momento é interessante que você disponibilize formas com que os empregados deem sua opinião de forma anonima, esta é uma ajuda para a etapa inicial, porém assim que a cultura de participação for estabelecida, tente não usar mais esta técnica.

6. Seja criativo

Pense fora da caixa, crie formas de passar informação que possa engajar tanto os colaboradores quanto a diretoria, veja qual é a melhor forma para cada um e use sua criatividade para fazer isso.

7. Seja visivelmente conhecido

Caminhe por ai, fale com todos os trabalhadores da empresa, faça com que você se torne conhecido não só pelo treinamento, mas pela sua pessoa. Todos nós confiamos mais em pessoas que conhecemos e gostamos certo? Crie esse laço.

8. DDS: A importância do diálogo diário

Devem ser feitas reuniões diárias, curtas e incisivas, tais como as sugeridas pelo Diálogo de Segurança, para que todos os funcionários conheçam claramente, sem dúvida alguma, as normas de segurança do trabalho e reconhecer alguns fatores para melhoria.

Confira também o post: “Como melhorar a culta da Saúde e Segurança do Trabalho”

9. Ser consistente

Uma gerência consistente se comunica, define as expectativas, recompensa as pessoas. Além disso, o gerente deve demonstrar diariamente que ele mesmo segue os manuais de segurança e utiliza os equipamentos de proteção individual, por exemplo — ou seja, não apresenta inconsistência entre aquilo que ele solicita, pois ele mesmo faz e serve de exemplo. Dessa forma, o gerente inspira os outros a fazer o mesmo.

inscrevase.fw

10. Reconhecer o esforço

A gerência precisa reconhecer o esforço dos funcionários que estão buscando aplicar as normas e que mudam seus comportamentos — bem como os que estão trazendo bons resultados, promovendo os comportamentos positivos e usando os exemplos da própria equipe como fatores inspiradores para mudar a atitude daqueles que são mais resistentes ou relapsos..

A gerência deve manter a certificação por escrito da formação dos funcionários para os registros da empresa, incluindo o nome de cada funcionário treinado, data(s) de formação e os assuntos abrangidos pela formação. É importante ressaltar que os treinamentos, inclusive sobre as normas regulamentadoras têm um prazo de vencimento. A INBEP oferece uma série de cursos online sobre as NRs e oferece o certificado reconhecido pelo MTE ao final do curso, para conferir todos os cursos Acesse Nosso Site.

Com relação a este assunto, desenvolvemos um E-book Gratuito que você pode baixar clicando aqui em baixo na imagem “Baixar E-book”. Lá falamos um pouco mais a fundo sobre este assunto, inclusive com estudos sobre os fatores demográficos que influenciam o engajamento, Confira!

participação no treinamento

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail