manipulação de alimentos

Quem deve fazer o curso de manipulação de alimentos

A manipulação de alimentos está presente, diariamente, na rotina das pessoas. Por mais que você não perceba, ao sentar à mesa para tomar o seu café da manhã ou almoçar num restaurante e jantar em sua casa, a manipulação de alimentos é parte fundamental para a garantia das refeições.

Porque fazer o curso de Manipulação de Alimentos?

Além das questões nutricionais – preocupação de grande parte dos consumidores – a higiene na preparação daquilo que será ingerido é imprescindível na qualidade de vida e saúde dos indivíduos.

A manipulação de alimentos envolve todo o processo de produção, venda, transporte, preparação e oferecimento dos alimentos, seja numa escala industrial, ou de maneira artesanal e em pequeno porte.

 

manipulacao-de-alimentos

 

Neste sentido, todas as pessoas incluídas na produção de alimentos, do agricultor ao motoboy que fará a entrega do prato pronto, devem estar preparadas para o manuseio correto do alimento. Pessoas envolvidas com comida de rua, funcionários de cozinhas industriais de fábricas ou simplesmente aquelas que decidem vender doces e salgados artesanais para aumentar a renda familiar também devem ter conhecimento sobre a manipulação de alimentos.

As boas práticas de fabricação são os primeiros conceitos para a manipulação correta dos alimentos e envolvem procedimentos adequados de higiene, além de conhecimentos específicos na produção alimentar.

A limpeza dos utensílios e de todo o local envolvido com a produção do produto, além da utilização de vestimentas próprias e acessórios como toucas e máscaras também fazem parte dos procedimentos básicos para a manipulação correta de alimentos.

Segundo o Blog Segurança do Trabalho, O principal objetivo é fazer com que não ocorra a contaminação física, química ou microbiológica da comida que será oferecida aos consumidores. A propagação de fungos e bactérias pode ocorrer de diversas maneiras e envolve desde o toque no alimento com as mãos sujas, à queda de um brinco e pelos em geral; ou o uso indevido e exagerado de produtos químicos como conservantes e colorantes artificiais.

Quando o ramo é de produtos crus como peixes, ovos, leite, verduras e legumes, o cuidado com contaminação deve ser redobrado, uma vez que o contato com protozoários e bactérias presentes nos alimentos sem cozimento podem levar a patologias mais graves como abortos nas gestantes e, em alguns casos, até a morte.

Por este motivo, aprimorar os conhecimentos sobre a manipulação de alimentos deve ser prioridade para as pessoas que trabalham com o fornecimento de comida, desde o comprador da matéria-prima até o distribuidor do alimento, como é o caso de garçons em restaurantes e vendedores ambulantes.

Proprietários e gerentes de supermercados também devem ter a especialização, uma vez que a manipulação de alimentos também envolve a conservação e validade dos mesmos.

 

manipulação-de-alimentos-gerente-supermercado

Diversos cursos nesta área são oferecidos e englobam desde o manuseio à conservação dos alimentos para que o sucesso do seu negócio seja assegurado.

Importante destacar que a Anvisa e os órgãos de Vigilância Sanitária municipais e estaduais são responsáveis pela fiscalização e controle de todos os produtos alimentares disponíveis para a população. Para aqueles que trabalham com alimentos de origem animal, é necessário o registro no Ministério da Agricultura.

A manipulação errada dos alimentos pode causar doenças e infecções aos consumidores. Portanto, se você é um empresário do ramo de alimentos, seja de grande ou pequeno porte, é importante que fique atento à higiene e demais procedimentos adequados para a garantia de um produto final de qualidade para o consumidor.

curso-manipulacao-alimentos

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail