sinalização de segurança em canteiro de obras

Sinalização de segurança em canteiro de obras

A sinalização de segurança em canteiro de obras fazem sua parte como medida preventiva contra riscos aos trabalhadores. Confira neste post a sua importância, obrigatoriedade (NR-18) e de que forma ela deve ser utilizada.

O que é sinalização de segurança?

Segundo o blog WorkSafety, entende-se por sinalização de segurança: “Aquela sinalização que está relacionada com um objeto, uma atividade ou uma determinada situação, suscetíveis de provocar determinados perigos para o trabalhador.Esta sinalização fornece uma indicação relativa à segurança no trabalho, através de uma placa com forma e cor característica, de um sinal luminoso, de um sinal acústico, ou através da comunicação verbal ou gestual.”

Sinalização de segurança em canteiro de obras

A falta de estrutura nas construções são uma das várias razões da ocorrência de acidentes e lesões na construção civil e por isso, para fornecer um ambiente seguro e saudável para os trabalhadores, é necessário que os gestores cumpram com as exigências da sinalização de segurança e tenham consciência de que este ambiente de trabalho pode ser muitas vezes complexo.

A sinalização de segurança possibilita uma melhor organização na obra e oferece informações e orientações claras também para quem está de passagem por ali. É preciso sempre estar atento ás sinalizações dos riscos, pois muitas vezes não parecem estar presentes.

A NR-18 é responsável também por regulamentar a sinalização de segurança em obras, ela define no item 18.27:

18.27.1 O canteiro de obras deve ser sinalizado com o objetivo de:

a) identificar os locais de apoio que compõem o canteiro de obras

b) indicar as saídas por meio de dizeres ou setas

c) manter comunicação através de avisos, cartazes ou similares

d) advertir contra perigo de contato ou acionamento acidental com partes móveis das máquinas e equipamentos

e) advertir quanto a risco de queda

f) alertar quanto à obrigatoriedade do uso de EPI, específico para a atividade executada, com a devida sinalização e advertência próximas ao posto de trabalho;

g) alertar quanto ao isolamento das áreas de transporte e circulação de materiais por grua, guincho e guindaste

h) identificar acessos, circulação de veículos e equipamentos na obra

i) advertir contra risco de passagem de trabalhadores onde o pé-direito for inferior a 1,80m (um metro e oitenta centímetros

j) identificar locais com substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis, explosivas e radioativas.

18.27.2 É obrigatório o uso de colete ou tiras refletivas na região do tórax e costas quando o trabalhador estiver a serviço em vias públicas, sinalizando acessos ao canteiro de obras e frentes de serviços ou em movimentação e transporte vertical de materiais.

18.27.3 A sinalização de segurança em vias públicas deve ser dirigida para alertar os motoristas, pedestres e em conformidade com as determinações do órgão competente.

Empresas também devem levar em consideração a norma regulamentadora 26 que tem como objetivo fixar as cores que devem ser usadas nos locais de trabalho para prevenção de acidentes, identificando os equipamentos de segurança, delimitando áreas, identificando as canalizações empregadas nas indústrias para a condução de líquidos e gases e advertindo contra riscos.

Os equipamentos de proteção individual (EPI) e coletivo (EPC) também são obrigatórios e exigidos pela NR-06 para garantir a segurança dos trabalhadores e do ambiente de trabalho. Veja aqui o texto: “EPI e EPC – Qual a diferença?”
Empresas que não cumprem com a legislação podem sofrer multas ou até ter sua obra embargada. Portanto sempre fique atento às normas! A INBEP oferece o curso de EPI (NR-6) e também o curso da NR-18!
Boas práticas quanto a sinalização de segurança em canteiro de obras
Para fornecer a sinalização adequada, procure:
  • Determinar ou seguir um padrão de cores, para compreensão de todos;
  • Fornecer informação dos riscos de forma clara e resumida, para fácil entendimento;
  • Fornecer ferramentas de sinalização com material de qualidade;
  • Analisar principais áreas de riscos para os trabalhadores;
  • Solicitar que todos reportem o surgimento de novos riscos para otimização da sinalização da obra;

Veja também o post: “Sinalização de segurança: NR-26 e NBR 7195”

Gostou? Deixe seu comentário!

construçãocivil-templete.fw

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail