segurança do trabalho online

Comparativo: treinamento de segurança do trabalho online ou presencial?

Vale a pena fazer o treinamento de segurança do trabalho online ou presencial? Confira o comparativo a seguir sobre as modalidades de treinamento disponíveis no mercado atual.

Os gestores de RH, Operações, Treinamentos, Técnicos e Engenheiros de Segurança são unânimes em reconhecer que o treinamento de funcionários é um dos pontos mais críticos em relação à segurança do trabalho de uma organização bem-sucedida.

Estes treinamentos preparam os funcionários para evitar riscos e acidentes, o que é bastante delicado, já que uma falha pode custar uma vida. É tão fundamental que estes funcionários estejam preparados que os treinamentos em segurança do trabalho são obrigatórios por lei e fiscalizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Atualmente, os avanços tecnológicos tornaram o treinamento de funcionários mais fácil, rápido e econômico. Já é possível realizar muitos destes treinamentos em plataformas online, muitas empresas estão adotando essa metodologia, porém outras ainda têm dúvidas em relação às suas vantagens e eficiência, escolhendo ainda os treinamentos tradicionais em sala de aula.

Veja também: “Solução EAD: 4 vantagens de ter ela em sua empresa”

Treinamento de segurança do trabalho online x presencial

Vamos expor aqui um comparativo entre os cursos online e presenciais de Segurança do Trabalho em diversos aspectos:

Tempo

Presencial: Mais demorado. Os métodos tradicionais de treinamento geralmente requerem meios que consomem tempo. Isso inclui documentação minuciosa, preparação de materiais impressos, agendamento de treinamento em sala de aula, deslocamento de funcionários, disponibilidade de todos para uma mesma data entre outros requisitos.

Online: Pelo contrário, a utilização de treinamento online para o treinamento de funcionários pode eliminar a grande maioria dessa preparação demorada, além de permitir início imediato de cada aluno independentemente dos outros, em qualquer horário e local.

Padronização do conteúdo

Presencial: É impossível garantir que todos os funcionários em diferentes sedes da empresa, diferentes momentos ou diferentes instrutores irão receber exatamente as mesmas informações, isso poderá acarretar conflitos de informações.

Online: Todos os funcionários irão receber exatamente as mesmas informações. Invariavelmente, serão eliminados erros de treinamento ou omissões.

Custos

Presencial: Além do pagamento ao instrutor a cada novo treinamento, deve-se levar em conta custos com deslocamento, refeição, diárias e maior tempo de afastamento do trabalhador de suas funções.

Online: Os treinamentos online demonstram economia de 30% em média.

Flexibilidade

Presencial: Há uma certa flexibilidade em relação ao conteúdo, pois o aluno poderá tirar suas dúvidas em tempo real. Porém, a classe é rígida em relação ao horário e local, que será o mesmo para todos.

Além disso, caso um aluno tenha que faltar ao treinamento, será muito difícil para repor este conteúdo, visto que é necessário o fechamento de turmas para um orçamento acessível.

Online: O aluno poderá optar pela melhor hora, lugar e atmosfera para aprender. O aluno estuda de acordo com o seu ritmo, isto é crucial, pois existem vários estilos de aprendizagem e pessoas aprendem de formas diferentes.

Aprendizagem

Presencial: Em um treinamento presencial é mais fácil que o aluno se distraia e perca algumas explicações, que dificilmente serão revistas posteriormente.

Porém, algumas pessoas têm mais facilidade em captar o aprendizado presencialmente, geralmente pessoas de mais idade, que tem menos afinidade com meios digitais ou pessoas que possuem dificuldade de leitura e disciplina.

Online: Componentes de aprendizagem interativos podem melhorar o engajamento na aprendizagem e melhorar a retenção dos assuntos aprendidos.

Com a variedade de sofisticadas ferramentas de aprendizado eletrônico disponíveis agora, é mais fácil do que nunca introduzir interatividade em programas de treinamento.

Nos treinamentos online é obrigatoriamente realizada uma avaliação de aprendizagem o que raramente é feito nos presenciais. Essas avaliações demandam mais atenção do aluno nos estudos e também um raciocínio maior das informações.

Acompanhamento dos gestores

Presencial: O gestor dificilmente irá acompanhar os funcionários durante o treinamento, então ele precisará confiar no feedback do instrutor e alunos, quanto a presença, qualidade do conteúdo e aprendizado.

Online: Por meio de uma plataforma online é possível que o gestor acompanhe o ritmo de estudo do colaborador e seu desempenho. Além de poder ter acesso à relatórios  a qualquer momento e poder ter registrado quando foram feitos os treinamentos e quando precisarão ser renovados.

Conteúdo prático

Presencial: O treinamento presencial permite que sejam realizadas atividades práticas e teóricas em uma mesma aula. Sendo que alguns treinamentos obrigatórios da NR’s exigem esta parte prática.  

Online: Não é possível realizar atividades práticas. Porém, muitas empresas têm optado pelo treinamento misto, em que a parte teórica é feita online, pois é mais eficiente e a parte prática é realizada no próprio local de trabalho,complementando as exigências de determinados treinamentos em que a prática é obrigatórios, como a NR-35, por exemplo.

Distância

Presencial: Dificílimo conseguir instrutores ou escolas especializadas em locais muito distantes, muitas vezes é preciso deslocar instrutores ou os funcionários todos para cidades maiores.

Online: Pode atender alunos até mesmo em lugares mais ermos e distantes, bastando um computador e acesso à internet.

Conclusão

Segundo Milkovich e Boudreau (2000) o futuro do treinamento pode estar na “aprendizagem à distância”, e esse parece ser um caminho sem volta, pois a tecnologia já demonstrou sua eficiência na educação.

É claro que ainda estamos em um momento de transição, em que nem todas as pessoas possuem a mesma facilidade com recursos tecnológicos, seja por não ter acesso à internet, analfabetismo ou até mesmo falta de familiaridade com aparelhos eletrônicos. Porém, nesses casos os cursos online podem ainda ajudar a criar habilidades digitais.

Na segurança do trabalho, obviamente os conteúdos práticos exigidos por alguns cursos, ainda necessitam  o instrutor presencialmente. Mas é possível que em breve surgirão novos recursos que poderão atender também essas exigências, como realidade virtual, por exemplo.

Nossa visão

Cada empresa precisa avaliar sua realidade e escolher o tipo de treinamento mais adequado para o seu público interno, entendendo essas especificidades, a INBEP realiza treinamentos online e In Company em Segurança Trabalho, dessa forma sugerimos o treinamento semi-presencial, onde a teoria é aplicada nos cursos online e a prática no In Company. Conheça mais de nossos serviços no site, clique aqui.

Posts Relacionados

Compartilhe :facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail